ABCIBER | Simpósios, ABCIBER XI - SIMPÓSIO NACIONAL DA ABCIBER 2018

Tamanho da fonte: 
COMPLEXIDADE NAS TECNOLOGIAS DIGITAIS A VIA PARA AS TRILHAS DE APRENDIZAGEM
Werley Carlos de Oliveira, Lucila Pesce, Ana Maria Di Grado Hessel

Última alteração: 2019-03-18

Resumo


Este artigo relata a experiência de uma investigação com a abordagem pesquisa-ação, uma vez que os procedimentos metodológicos fizeram parte do caminho percorrido na praxe de atuação profissional dos pesquisadores. Dessa maneira, assumiu a perspectiva central para o desenvolvimento da investigação proposta. O estudo procurou mapear os aspectos emergentes da vivência formativa dos funcionários do Serviço Social do Comércio de São Paulo ”“ Sesc SP, com o objetivo de entender como se dá a incorporação das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação na educação institucional viabilizadas por espaços interativos online resultando em maneiras singulares de se relacionar e de produzir/consumir conhecimentos. Para fundamentar a investigação, foi construído um olhar analítico e reflexivo a partir dos estudiosos sobre educação e cultura, educação corporativa, recursos humanos e os respectivos resultados em ações educacionais. Foi utilizada, principalmente, a Teoria da Complexidade dos autores Edgar Morin, Fritjof Capra, Humberto Maturana e Francisco Varela, a fim de analisar a viabilidade do conceito de trilha de aprendizagem no ambiente virtual do Sesc SP, para o desenvolvimento de competências profissionais. As descobertas esclareceram que o uso das tecnologias digitais educacionais desvelou uma nova dinâmica de formação, na qual um modelo colaborativo passa a enriquecer o processo de ensino e aprendizagem.


Texto completo: DOC