ABCIBER | Simpósios, II Encontro Regional Centro-Sul da ABCiber

Tamanho da fonte: 
SOBRE O USUÃRIO MIDIÃTICO CONTEMPORÂNEO: A COLONIZAÇÃO DA SENSIBILIDADE E A MERCANTILIZAÇÃO DA ATENÇÃO
Claudia Erthal

Última alteração: 2019-03-25

Resumo


Este trabalho trata da formação da docilização dos corpos, da colonização da sensibilidade e mercantilização da atenção dos Usuários de Internet. Este sujeito comunicacional é entendido aqui como um desenvolvimento a partir do contato tecnológico e da bagagem acumulada ao longo do tempo iniciando com o Observador do século 19, passando pelo Espectador do século 20 se transformando no Usuário do século 21. Os três sujeitos são vistos como um sujeito híbrido e múltiplo que descortina a técnica através do contato com a tecnologia transformando essa técnica em conhecimento e em bagagem cultural num contexto de Usuário em movimento. Ele se aproxima da figura do Flanêur de Benjamin no contexto de quem utiliza dispositivos móveis durante o seu próprio movimento e que, a partir de marcações geolocalizadoras, estabelece um discurso geopolítico e crítico do ambiente frequentado.

Palavras-chave


Usuário; Flanêur; Redes Sociais; Ao vivo; Atenção.